Mais tendências primavera-verão!

 

Não canso de colocar aqui dicas de moda, quando acho algo que seja bacana coloco aqui, já sabem né?

Top estruturado

Desde que Balmain resgatou os ombros imponentes dos anos 80, a ideia causa frisson. Agora, babados também destacam a região, o comprimento encolheu e as dobraduras lembram formas gráficas.

Como usar: escolha peças mais desabadas, como a carrot com gancho baixo, para quebrar a rigidez do top e arremate o look com sapatilhas metalizadas. Se a intenção for construir uma produção poderosa, a saia-lápis e a open boot são infalíveis.

Características: ombro empinado, dobradura arquitetônica e comprimento reduzido

Saia godê

Com a cintura alta e sinalizada e shape volumoso, a godê do momento é inspirada na silhueta New Look, lançada por Christian Dior em 1947. Porção ladylike da temporada, o modelo de cor neutra faz par com os variados tons da estação.

Como usar: basta uma camisa de tricoline em tom pastel e um peep toe para uma produção elegante com ares retrô. Uma regata fluo sequinha e um maxicolar de impacto são boas soluções para acender o visual.

Características: cintura marcada, silhueta girlie, cor curinga e pregas de alto a baixo.

Vestido assimétrico

Depois que Alber Elbaz, da Lanvin, o trouxe de volta, o vestido com um quê de deusa grega tornou-se o preferido do tapete vermelho. O it dress tem outras tendências que devem virar febre: o drapeado e o cetim, que invade até o território do sportswear.

Como usar: Com uma t-shirt cinza mescla ou estampada por baixo e um par de sapatilhas, ele fica mais despojado. Acessórios de peso, como sandálias decotadas, brincos chandelier e uma carteira bordada, turbinam sua vocação para festa.

Características: decote assimétrico, efeito drapeado, cetim de cor eletrizante e comprimento míni.

Colete alongado

Depois do blazer, hit do inverno, o colete é o novo must have da alfaiataria. Com inspiração masculina, o comprimento é alongado e a modelagem oversized. A leitura atual tem lapela deslocada e tom nude, contraponto às cores pulsantes da estação.

Como usar: invista em uma calça reta com barra italiana e um par de espadrilhas para compor um terno de verão. Vale jogá-lo por cima de um vestido esvoaçante na altura dos joelhos e adicionar mais graça com escarpins coloridos.

Características: tamanho x-large, bolso embutido, maxilapela e tom nude, o neutro da vez.

Diretamente dos anos 80, ela volta renovada com cintura mais alta e cores fortes. Surge agora em duas versões: semibaggy (foto) e harem — ambas com um pouco de volume nos quadris e comprimento próximo ao tornozelo.

Como usar: com collant preto ou gelo e sapatilhas de bico fino com pedrarias ou brilho sutil, ela fica mais sofisticada. Open boots e sobreposição de t-shirts reafirmam o jeito cool da calça sem deixar de lado a elegância.

Características: barra levemente afunilada, cintura alta, bolso faca, cor forte e pregas frontais

Bermuda

No século XIX, Eduardo VII, rei da Inglaterra, lançou moda ao dobrar a barra de sua calça em um dia chuvoso. Agora a barra italiana surge para dar o ar fresh que pede a alfaiataria de verão. O gancho baixo reflete a onda casual que dominou as passarelas.

Como usar: o trio blazer de mangas curtas, regata e oxford de nuance suave mantém o estilo descontraído da peça. Para usá-la à noite, opte por uma t-shirt com paetês foscos e uma gladiadora pesada.

Características: barra italiana, tom rosa-chiclete, abotoamento lateral e gancho baixo.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: